Oieee seu linde! Tá precisando de uma forcinha na hora de responder os exercícios e se preparar pro Enem? Então dá uma olhada nesse vídeo que eu fiz especialmente pra você!

 

No EXP RESOLVE de hoje, a profe Sol vai debater uma questão de biologia da 2ª aplicação de 2013, que traz 3 diferentes animais que, ao cruzarem, geraram descendentes férteis. Você  sabe porque eles não são considerados de espécies diferentes? O conceito biológico de Ernst Mayr e tia Sol explicam!

 

(ENEM 2013 2a APLICAÇÃO) Lobos da espécie Canis lycaon, do leste dos Estados Unidos, estão intercruzando com coiotes (Canis latrans). Além disso, indivíduos presentes na borda oeste da área de distribuição de C. lycaon estão se acasalando também com lobos cinzentos (Canis lupus). Todos esses cruzamentos têm gerado descendentes férteis.

Scientific American Brasil, Rio de Janeiro, ano II, 2011 (adaptado).

 

Os animais descritos foram classificados como espécies distintas no século XVIII. No entanto, aplicando-se o conceito biológico de espécie, proposto por Ernst Mayr em 1942, e ainda muito usado hoje em dia, esse fato não se confirma, porque

 

  1. o fluxo gênico entre as três populações é mantido.
  2. esses animais são morfologicamente muito semelhantes.
  3. apresentam nichos ecológicos muito parecidos.
  4. todos têm o mesmo ancestral comum.
  5. pertencem ao mesmo gênero.

 

Comentários