Atualizado em 13/11/2020.

 

Fala, meus amores! Tudo em cima para mandar bem no Enem?

 

Assim como a agricultura é importante para o nosso sustento, ela também faz parte dos assuntos que mais caem no Enem.

 

Por isso, já pegue seu caderno de geografia e anote aí os principais conteúdos sobre agricultura para estudar em casa!

 

A agricultura surgiu em torno de 10 mil anos a.C., e, graças a ela, os seres humanos deixaram de ser nômades, viraram sedentários e desenvolveram suas civilizações.

 

Ela é uma prática humana de domesticação da natureza, com objetivo de extrair produtos importantes para a nossa sobrevivência, como alimentos, fibras, tinturas etc.

 

Agora, venha comigo e entenda um pouco os pontos mais importantes sobre esse assunto para o Enem.

cupom desconto vimdoblog

A modernização da agricultura e seus impactos

modernização agricultura

Vale ressaltar que a agricultura sofreu um grande impacto após a Revolução Industrial, período que permitiu a modernização dos campos com os maquinários de cultivo, coleta, entre outros.

 

No entanto, foi somente no ano de 1950 que ocorreu a Revolução Verde. Um intenso processo de modernização que envolveu mecanismos tecnológicos responsáveis pela maior variedade de plantas modificadas geneticamente, por exemplo.

 

Além disso, tal processo também permitiu o desenvolvimento de técnicas sobre defensivos agrícolas e maquinários e, consequentemente, até os dias atuais, novos mecanismos de modernização são desenvolvidos.

 

Entre os impactos positivos, temos:

  • Avanço científico e tecnológico, melhorando a produtividade e aumentando a oferta de alimentos;

  • Desenvolvimento agrícola;

  • Aumento das exportações de commodities nos países agrícolas.

 

Já como impactos negativos, encontramos:

  • O aumento das despesas com o cultivo e o endividamento dos agricultores;

  • O crescimento da dependência entre os países;

  • Esgotamento do solo;

  • Ciclo vicioso de fertilizantes;

  • Perda de biodiversidade;

  • Erosão do solo;

  • Poluição das águas causada pelo uso de fertilizantes, gerando eutrofização;

  • Redução da mão de obra rural.

 

O que é o Novo Rural

novo rural

O Novo Rural é uma ideia defendida pelo diretor-geral da FAO, o qual defende que, no Brasil, a agricultura vive um novo patamar que não se restringe apenas à agropecuária ou às agroindústrias.

 

Assim, o campo vive uma nova fase de múltiplas oportunidades de trabalho e de renda. 

 

Dessa forma, temos como exemplo, um fazendeiro que, além de se dedicar na criação bovina, também oferece consultoria ambiental e possui um hotel fazenda para turistas.

 

Logo, o campo deixou de ter aquele ar pacato e passou a ser um atrativo que fortalece a economia local.

 

Essa movimentação foi possível graças à modernização da agricultura, à mudança no mercado de trabalho, às baixas remunerações, à interiorização das indústrias, entre outros.

 

Portanto, o Novo Rural se apresenta como uma nova forma de enxergar as zonas rurais e é bem provável que o Enem aborde o assunto assim.

 

Estrutura Fundiária

Estrutura Fundiária

Estrutura fundiária também é um assunto importante, para o Enem, sobre agricultura.

 

Ela é a forma como as propriedades rurais estão distribuídas em determinadas regiões.

 

Através da estrutura fundiária, cria-se um conhecimento geográfico dos países quanto à extensão das propriedades rurais e quanto à forma como elas estão distribuídas socialmente.

 

Assim, é possível realizar a socialização do acesso à propriedade rural e modernizar o sistema agrário para favorecer o crescimento econômico.

 

Além disso, a concentração da terra na mão de poucos proprietários, desenvolveu-se conflitos por uma melhor divisão da terra.

 

Por isso, no Brasil, a pauta sobre uma reforma agrária é de grande destaque sobre quem depende do campo para sobreviver.

 

O Estatuto da Terra, de 1964, divide as propriedades rurais em:

  • Imóvel rural: imóvel utilizado para a produção agropecuária ou agroindustrial.

  • Propriedade Familiar (ou Módulo Rural): imóvel pertencente a uma família que o explora para garantir o seu próprio sustento.

  • Minifúndio: pequenas propriedades rurais, porém maiores do que as familiares, que normalmente são destinadas para a produção alimentar familiar ou coletiva.

  • Latifúndios: grandes propriedades rurais com foco na produção moderna de monoculturas ou com foco para a especulação imobiliária.

  • Empresa Rural: médias e grandes propriedades rurais, de ordem física ou jurídica, as quais possuem uma exploração econômica racional do espaço para desenvolver produtos agropecuários.

T SHIRT EXPLICAE

É isso, querides, uma pincelada rápida sobre o assunto para vocês se aprofundarem nos estudos em casa.

 

Mas o que a gente quer mesmo é que você venha se aprofundar com a gente! hehehe.

 

Utilize o cupom VIMDOBLOG e ganhe um desconto especial na assinatura. 😉

 

Até a próxima, bebê!

Comentários