Atualizado em 13/11/2020.

 

Como andam meus filosofes contemporâneos, em??? Espero que tudo ok! 😉

 

Bora conferir este resumo show de bola? Ah, e lá embaixo você ainda encontra um mapa mental, para te ajudar nos estudos para o Enem.

 

Então, para início de conversa é preciso entender que os filósofos pré-socráticos, são considerados os primeiros filósofos do mundo ocidental.

 

Inaugurado por Tales de Mileto, na Grécia, logo após prever um eclipse solar total, no ano de 565 a.C., por meio de cálculos matemáticos e previsões astronômicas.

 

Depois disso, my friends, a história nunca mais seria contada da mesma forma, surgindo novas vertentes de pensamentos para confrontar as ideias místicas da época, nossa querida filosofia.

 

Então, simbora entender um pouco mais sobre o assunto!

cupom desconto vimdoblog

Importância e objetivo dos pré-socráticos

importância dos pré-socráticos

Os pré-socráticos possuem uma importância histórica, por inaugurarem uma nova ciência, com o objetivo de decifrar a origem do universo.

 

Tales de Mileto, um comerciante e estudioso da região de Jônia, cansado das explicações incoerentes da mitologia sobre a origem de tudo, começa a buscar respostas mais racionais sobre a origem do Universo. 

 

Para ele, a origem do universo se daria através da água, com o confronto de pensamentos, propondo uma nova teoria, conhecida como Cosmológica.

 

A partir deste momento, começa a surgir diversos pensadores e escolas filosóficas nessa busca por uma resposta racional sobre todas as coisas.

 

Por este motivo, os pré-socráticos tiveram como objetivo principal, desenvolver uma origem racional para o universo, através de análises empíricas da natureza e do uso da razão. 

 

As escolas pré-socráticas e suas principais ideias

principais escolas

Entre os principais pensamentos sobre dos primeiros filósofos, estavam a busca da compreensão dos aspectos naturais do mundo, chamados de physis, através de um princípio criador chamado, arché.

 

Porém, devido ao distanciamento histórico, não tem muitos registros sobre o que os pré-socráticos pensavam.

 

Pois, na verdade, muitos deles se perderam, devido a catástrofes naturais, incêndios, como o da biblioteca de Alexandria, além de outras situações diversas.

 

Aristóteles, foi um dos mais importantes filósofos a tentar colher informações e registrar aquilo que era ensinado naquela época.

 

Sabe-se, no entanto, que a maioria dos pensamentos buscavam explicar a origem do mundo através dos elementos existentes, como terra, ar, água, fogo, átomo etc.

 

Com uma diversidade de pensamentos, se fez necessário dividir os pré-socráticos em escolas.

Baixe Guia do Vestibulando

Escola Jônica pré-socrática

 

Entre os principais filósofos estavam Tales de Mileto, Anaxímenes, Anaximandro e Heráclito.

 

Estes pensadores enxergavam o universo de forma estática e buscavam as explicações através de um único elemento fundamental chamado arché. 

 

Porém nem todos concordavam sobre qual seria o arché, normalmente se divergiam sobre ser elementos naturais, como a água para Tales, ápeiron para Anaximandro, fogo para Heráclito e ar para Anaxímenes. 

 

Escola Itálica pré-socrática

 

Seu principal pensador foi Pitágoras de Samos, que afirmava que a formação dos elementos eram possíveis por causa da física, matemática e os números unidos com elementos místicos.

 

Por isso, para esta escola pré-socrática, os números eram os princípios criadores do mundo e de todas as coisas.

 

Escola Pluralistas pré-socrática

 

Entre os principais pensadores estavam Empédocles, Anaxágoras, Demócrito e Leucido.

 

Diferente de outras escolas, eles afirmavam que a criação de todas as coisas se davam através da união de vários elementos, como para Empédocles, que acreditava serem os quatro elementos, água, ar, fogo e terra, o princípio de tudo.

 

Escola Eleática pré-socrática

 

Parmênides e Zenão, se tornaram os principais nome dessa escola, por não acreditarem num elemento criador, mas sim numa essência eterna e imutável de todas as coisas.

 

E, por isso, a mudança que percebemos é uma apenas uma ilusão.

 

Nesta escola pré socrática, se desenvolve o pensamento do “um” e “é”, uma coisa existe e apenas é que ela é.

 

Essa unidade se liga a religião sobre o pensamento de que Deus é perfeito, eterno, não se cria ou se modifica.

 

Mapa mental filósofos pré-socráticos

mapa mental pré-socráticos

E aí, curtiram o conteúdo?? Espero que sim! 

 

Ah, e sabe de uma novidade bem legal?

 

O Explicaê está a todo o vapor! E você pode aproveitar o nosso cupom especial VIMDOBLOG para ganhar um desconto e começar a estudar em casa com a gente!!!

T SHIRT EXPLICAE

Simbora bebê! 😉

 

Comentários